Mesmo em seu brilho máximo, a Lua é incapaz de trazer a clareza, lucidez e racionalidade do Sol

“Sob a regência da Lua na Astrologia e do número 5 pela Numerologia, o novo ano de 2012 será marcado pela instabilidade nos mais diferentes aspectos da vida pessoal e mundial.” A previsão é do astrólogo, numerólogo e tarólogo Felipe Porto, que freqüenta o noticiário nacional há mais de 30 anos com prognósticos que registraram amplas margens de acertos, dispondo de dezenas de entrevistas, parte delas disponíveis no Youtube, além de centenas de recortes de jornais, recebendo elogios que são raros para especialistas da área, quando o mais comum nesse ramo é o cometimento de erros grosseiros.

REGÊNCIAS DE 2012 PELA ASTROLOGIA

Conforme a Astrologia, a Lua representa tudo aquilo já impregnado na tradição e no imaginário popular, como símbolo de transição cíclica, de mutação constante, de movimento rápido, influindo sobre as emoções e sentimentos. “Com sua aparência no céu que vai desde a Lua Nova, obscurecida do ponto de vista da Terra, até a Lua Cheia onde atinge o máximo de seu brilho e beleza, nosso satélite como regente do ano aponta para uma fase de altos e baixos, ilusões e realidades, certezas e enganos, alegrias e decepções”, analisa.

Mesmo em seu aspecto mais positivo, simbolizado pela Lua Cheia, a influência lunar não é capaz de proporcionar a claridade, lucidez e equilíbrio representado pelo Sol no Zodíaco, o que indica que na melhor das hipóteses o ano de 2012 terá como influência predominante as emoções em vez da racionalidade, intelectualidade e a lógica. “Teremos, portanto, um período onde as pessoas estarão um tanto ‘aluadas’, inconstantes, volúveis, contraditórias, ou até mesmo lunáticas de verdade”, resume Felipe Porto.

Na prática, isso significa que tanto as pessoas estarão sensíveis, sentimentais, emotivas, como manipuladoras, ciumentas, enganosas, e, sobretudo, vivendo o outro lado da mesma moeda, ou seja, influenciáveis, facilmente enganáveis, iludidas por fantasias, o que certamente levará a grandes decepções, tanto a nível pessoal como coletivas. “Por isso as pessoas devem redobrar a cautela, senso crítico e análise mental dos fatos, inclusive com relação a tudo que vier da esfera governamental, pois os índices serão manipulados (para melhor, é claro!), as mentiras serão divulgadas em quantidades industriais, as notícias negativas serão maquiadas, tudo para tentar manter o povo iludido”, adverte.

Isso é especialmente significativo e preocupante levando em conta que viveremos um ano eleitoral, no qual os governantes farão todo o possível para esconder a crise, a inflação, o caos da infraestrutura, a corrupção, o fracasso das políticas públicas e outras tantas mazelas nacionais, “coisa que será cada vez mais difícil daqui para frente, pois a mesma influência da Lua que leva as pessoas a se deixarem enganar, é a mesma que garante os desenganos, as decepções e o esclarecimento logo em seguida”, prossegue.

“As pessoas terão dificuldade em apartar a mentira da verdade e a estratégia numa fase desse tipo é colocar sempre a primeira versão dos fatos apresentados sob suspeita e tratar de ver o que se esconde por trás dos acontecimentos, antes de reagir e tomar decisões, pois tudo neste ano de 2012 tende a trazer a marca da manipulação, distorção ou mesmo a pura fantasia”, aconselha Felipe Porto.

REGÊNCIAS DE 2012 PELA NUMEROLOGIA

Já do ponto de vista da Numerologia, 2012 traz um número 5 “puro” (ou seja, resultado de soma direta dos algarismos contidos no ano). Todo simbolismo esotérico milenar tem um significado positivo e negativo, mesmo sendo alguns predominantemente alvissareiros e outros representativos de maus agouros. No melhor dos aspectos, o “5” traz agilidade, velocidade, dinamismo, impulsividade, criatividade, adaptabilidade, flexibilidade, versatilidade, ativa os 5 sentidos e está diretamente associado ao princípio ativo e masculino (enquanto a Lua que rege o ano é de polaridade passiva e feminina).

“Mas do ponto de vista dos excessos, esta vibração ímpar e yang, também é a marca da inconstância, inquietude, das pessoas volúveis, que apelam para o imediatismo, oportunismo e superficialismo, coisas que, aliás, bem definem o perfil do brasileiro típico, mais preocupado com o aqui-agora do que com planejamento, trabalho persistente e paciente, disciplina e ética, não medindo as consequências para alcançar seus objetivos da maneira mais rápida e com o menor esforço possível”, conforme o numerólogo.

Do mesmo jeito que o “5” favorece todas as atividades que precisam de agilidade, tais como esportes, comunicações, comércio, vendas, eventos, viagens e turismo, invenções, pesquisas, também traz toda sorte de consequências negativas causadas pela esperteza, pela trapaça, corrupção, estelionato, sendo conhecido também, em seu aspecto inverso, como “o número da traição”. “Isso somado à regência obscura, inconstante e ilusória da Lua, aponta para um ano onde todo cuidado é pouco para não acabar vítima – tanto material como emocional ou mental ­– de alguma fraude, senão mesmo de várias delas, coisa que vai atingir níveis ainda mais alarmantes em 2012”, alerta Felipe Porto.

REGÊNCIAS DE 2012 PELO TARÔ

Até 2099, todos os anos estarão sob influência do Arcano 20 do Tarô, chamado de “O Julgamento”, o que significa que durante todo o século XXI a Humanidade estará numa fase de avaliação de seu “carma”, com consequentes retornos, tantos positivos como negativos, dos acertos e erros acumulados ao longo de sua trajetória. “O céu se abre e o anjo toca a trombeta, anunciando o prêmio para os bons e a punição para os maus. Num século sob tal vibração, conforme o positivismo esotérico, o mal não sobreviverá, os maus serão castigados e os bons serão recompensados”, garante Felipe Porto.

Já o Arcano 12, regente específico do ano, é chamado de “O Pendurado”, ou mais comumente de “O Enforcado”: uma figura de cabeça para baixo, amarrada pelos pés. Esta não é uma carta feliz e integra os chamados “Quatro Cavaleiros do Apocalipse” do Tarô, junto com o 13 (“A Morte”), o 15 (“O Diabo”) e o 16 (“A Torre Fulminada”). Embora o tema central indique punição (em outras versões a figura mostra moedas caindo dos bolsos), pode significar também a libertação do plano terreno: os 12 galhos dos troncos de sustentação (12 casas do Zodíaco) foram cortados, simbolizando a vida ceifada.

Entretanto, a imagem mostra uma pessoa aparentemente despreocupada, não demonstrando sofrimento, mesmo estando numa situação aflitiva, de privação da liberdade, como se estivesse suportando bem ou mesmo fazendo isso por vontade própria. Este Arcano adverte para o idealismo exagerado, teimosia e traição, bem como uma tendência a insistir em viver fora de sintonia com a realidade do momento. Solução para sua influência: “cair na real, analisar os fatos racionalmente e correr atrás”, resume o tarólogo, o que reforça tudo que a Astrologia e a Numerologia preveem para o ano vindouro.

O BRASIL E O MUNDO EM 2012

Segundo a Astrologia, num nível mais amplo, a Lua rege o povo, as massas, a opinião pública. Conforme suas influências acima descritas, da mesma forma em que a população estará mais “antenada” nos acontecimentos, tanto poderá ser mais facilmente influenciada pela mídia e pelo marketing, também teremos, no Brasil como de resto no mundo todo, o aumento das manifestações e revoltas populares. O clima de ilusão que vai pairar no ar também indica que as decepções também serão muito grandes e constantes neste novo ano.

Feminina, a Lua certamente favorece bastante a presidente Dilma Rousseff, ainda mais se for vendida ao povo na figura da “mãezona da pátria”, aquela que ajuda os pobres e excluídos, coisa bem lunar e canceriana, Signo o qual nosso satélite rege na Astrologia. Conforme a Numerologia e o Tarô, até dia 7 de Setembro de 2012 o Brasil ainda estará sob influência do número 20, “O Julgamento”, o mesmo que rege o século, o que acentua em nosso país o resgate cármico tanto pessoal como nacional, trazendo à tona tanto os ônus como os bônus merecidos e acumulados através de nossa História.

Até a próxima “data de aniversário”, que é a Independência, a regência do “20” tanto pode ser boa para premiar as qualidades (“raras”) como punir os defeitos (“muitos”, na opinião de Felipe Porto) do Brasil. Ele insiste que continuamos perdendo oportunidades de ouro para tratar das reformas estruturais como a fiscal, tributária, política, previdenciária e a mais delicada de todas – a trabalhista – da qual os políticos sequer ousam citar, como se fosse, como é no Brasil, um verdadeiro tabu. E agora com um ano eleitoral, onde toda demagogia é necessária, evitar a todo custo lidar com os temas delicados e nenhum enfrentamento do corporativismo é esperado, isso se torna ainda mais remoto.

Sendo a Lua regente dos mares, marés e da água de um modo geral, tanto o Brasil como o resto do mundo deverão assistir a um aumento ainda mais catastrófico das enchentes e das chuvas, não sendo descartado, nesse cenário, nem mesmo outro tsunami arrasador pelo mundo afora e também inundações devastadoras causadas por furacões. Para um país que viveu em 2011 os piores desastres causados pelo clima em todos os tempos, as autoridades deveriam radicalizar as ações preventivas, caso contrário as consequências tendem a ser ainda piores. Isso sem contar o fator do aquecimento global que aumenta as chuvas a cada ano que passa em todo o mundo.

Sob influência da Lua, do número “5” e da carta “20” do Tarô, Felipe Porto garante que longe de diminuir, “a safra de escândalos está garantida e será ainda mais abundante, pois tudo que já foi revelado não é nem a casca arranhada da corrupção instalada e generalizada em todos os níveis do poder público brasileiro, aliás, como reflexo no Planalto de tudo aquilo que rola no atacado e no varejo aqui na ‘planície’ e não o contrário como se costuma afirmar”. Para ele, basta assistir ao noticiário diário e verificar a quantidade inacreditável de quadrilhas, fraudes e crimes, descobertos também fora das esferas de poder. Isso só vai aumentar em 2012.

Com a entrada de Saturno em Escorpião, a partir de Outubro, fazendo conjunção com o Marte do Mapa Astral do Brasil, teremos um aumento ainda maior das tensões, crises e violência, inclusive com forte insatisfação e mesmo risco de insurreição no meio militar, massacrado por anos de política esquerdista, revisionista e revanchista. Como Saturno representa o passado e o carma nacional, isso significa que o foco da crise entre os militares e o governo terá origem em fatos registrados anteriormente, o que remete para a tal “Comissão da Verdade”, que pretende remexer em “velhas feridas” ainda não de todo “cicatrizadas”.

“Não dá mais para continuar vendendo para o público a mentira de que a ‘ditadura’ militar foi apenas repressiva, torturadora e antidemocrática e não a verdade, que foi uma reação patriótica e legalista às ações do terrorismo, para evitar que instalassem o comunismo no país. Além dessa lenga-lenga não fazer mais sentido no momento histórico que vivemos, também cada dia engana menos pessoas, pois a escolaridade e o acesso à informação crescem a cada dia. Os oráculos indicam que o ‘tiro vai sair pela culatra’ porque a ‘verdadeira verdade’ vai finalmente ficar esclarecida para a população, o que será muito bom”, acrescenta Felipe Porto.

A inflação vai continuar preocupando e requerendo mais ajustes na economia, ao mesmo tempo em que o Governo vai maquiar os índices (mais uma vez). O mesmo “5” que favorece o comércio e as vendas é o mesmo que aumenta a irresponsabilidade, ainda mais acentuada com a influência da Lua em 2012. Isso também significa que pode levar a um descontrole do já preocupante nível de endividamento médio do brasileiro, que vem crescendo e até sendo estimulado irresponsavelmente desde a crise de 2008.

De um modo geral, a partir do dia 7 de Setembro de 2012, com a regência do número “21”, o Arcano “O Mundo” do Tarô, o Brasil finalmente vai superar a atual fase de atribulações e incertezas (que nem a propaganda oficial consegue mais esconder) e entrar num estágio muito positivo, abrindo as portas para oportunidades em todos os sentidos. Isso favorece ainda mais a imagem nacional no exterior, incrementando o turismo e entrada de capitais e investimentos estrangeiros. “Mesmo assim, tudo isso significa que continuaremos na rabeira dos chamados BRICs, em termos de crescimento do PIB, que deve cair a níveis ridículos para uma nação ‘em desenvolvimento’. O Brasil aparece diante de um mundo instável e em crise como o lugar, senão o melhor, um dos menos piores para o futuro”, resume o esoterista.

O Correio Braziliense deu destaque à mística acima, porque, como de praxe, não aceitamos posar para fotografias com cenários e vestimentas apelativas na imprensa. Nossa análise, com base na Astrologia e Numerologia, está no final da matéria, extremamente resumida, em vista do amplo e completo material fornecido para esse jornal.

Felipe Porto (11)

exoterikcenter@gmail.com

www.estrelaonze.com.br

     

ESTRELA ONZE - EXOTERIK CENTER - FELIPE PORTO (11) - CRS 502, BLOCO B, LOJA 39-A1

ASA SUL - BRASÍLIA / DF - CEP 70330-520 - FONES (61) 3322-8060, 3383-5502 e 99221-0058

E-mail: exoterikcenter@gmail.com