TODOS OS EXTREMOS SERÃO POSSÍVEIS NESTE ANO DE 2009

Guerra e paz, amor e ódio, riqueza e pobreza, claro e escuro, direita e esquerda, altos e baixos, alegria e tristeza, sorte e azar, saúde e doença, progresso e atraso, lucidez e loucura, enfim, 2009 trará para a realidade terrena todos os extremos, ambigüidades e contraditórios, ambos exacerbados ao máximo, conforme análise do astrólogo, numerólogo e tarólogo Felipe Porto.

Isto porque, sob a regência do Número 11, estaremos sob influência de duas unidades ou polaridades reunidas, formando, portanto, um algarismo que embora seja ímpar, ao mesmo tempo é par, estando milenarmente associado a tudo que é esquisito, estranho, diferente, inusitado, radical, extremo, dual, contraditório, excêntrico, revolucionário, mágico e místico.

O ano de 2009, conforme a Numerologia, é um ano regido pelo "11" pelo resultado da soma de 2+0+0+9. Considerado um dos Números Mestres (os outros dois são 22 e 33) e está associado ao Signo de Aquário, 11º do Zodíaco, regido, portanto, pelo planeta Urano, análogo ao elemento Urânio, dentro do grupo dos Actinídeos, iniciando a escala dos 11 elementos chamados de "trans-urânidos", todos radiativos, na Tabela Periódica da Química (número atômico 92, cuja soma, 9+2, resulta em 11 também).

O Hexagrama Pentáfico é um dos símbolos esotéricos do Número Mestre 11 (a estrela de seis pontas contendo em seu interior a de cinco pontas, ou seja, céu e terra em união, tendo ao centro o Homem, numa das muitas análises possíveis). Sendo 2009 composto pelos algarismos 2 e 9, a oposição das tendências extremas se acentua, já que o 2 simboliza a calma, observação, introspecção, conformismo e a paciência ("A Papisa" do Tarot), o 9 traz a força do inconformismo, busca do desconhecido, excentricidade, inquietude, necessidade de mudança e a persistência ("O Eremita" do Tarot), entre outros tantos aspectos opostos associados aos mesmos.

Pelas cartas do Tarot, o arcano regente é o 11, cujo nome é "A Força". Simboliza a tentativa de controle dos instintos primários, irracionais ou animais, pela inteligência superior racional. Em seu sentido normal representa o domínio do bem e invertida, o mal sem controle. Tudo depende, portanto, da forma com que essa energia antagônica (de altíssima tensão) contida na carta seja manipulada.

No Oriente, a dualidade do número 11 também está expressa num dos símbolos mais populares oriundos dessa região do planeta (presente inclusive na bandeira da Coréia), o Yin-Yang, também conhecido como Tao, que representa as forças diametralmente opostas presentes no Universo, em busca do equilíbrio. O Tao simboliza um ideal a ser alcançado, entretanto, na realidade o que mais vemos, sempre, é o predomínio de uma força sobre a outra, em constante disputa pela dominação.

Pela Astrologia, teremos um ano regido pelo Sol. Como para o Esoterismo nada é mera coincidência, 2009 é o VIGÉSIMO NONO (29º, ou seja, 2+9 = 11 também) ano do atual ciclo solar, que se iniciou em 1988. Como astrologicamente o Sol empresta sua força, sua luz e seu brilho ofuscante a tudo sob sua regência (por isso rege o Signo de Leão, cuja feição e juba lembram a própria representação do Sol), sua regência só vem a acentuar tudo, seja qual for o extremo que se apresente em cada situação.

Por isso, não se pode esperar da energia do Sol sobre 2009 favorecendo nem aos aspectos Yin e Yang da vida, muito pelo contrário, tudo que sua regência traz é amplificação desses extremos (o que não ocorreria se o regente do ano fosse outro planeta, mais Yin ou mais Yang). Além do mais, como Astro-Rei, dominante de nosso Sistema, o Sol acrescenta a este cenário já instável e tumultuado suas influências de centralismo, egoísmo, dominação, autoridade, magnetismo, arrogância e mesmo tirania. Seu melhor aspecto, neste caso, seria emprestar mais clareza, objetividade e lucidez.

A letra "K", a 11ª. do alfabeto, foneticamente soa estridente. Graficamente, tem desenho agressivo, como se fosse um "H" (símbolo de estabilidade) rompido, acidentado. Muitos fatos neste ano serão marcados pelas iniciais da letra "K", estejam atentos. Em outras palavras, teremos um ano instável, de incertezas, inesquecível, literalmente daqueles que ficarão marcados para sempre na memória e na história da Humanidade, pelos acontecimentos inusitados e diametralmente opostos que se colocarão em confronto.

ECONOMIA, POLÍTICA E CLIMA

Na economia, isso significa tanto a ascensão meteórica de pessoas, ideias e empresas aos píncaros da conquista material, enquanto nomes consagrados do mundo dos negócios serão transformados em poeira, arrastando milhões de investidores e especuladores para o desastre. Isso indica que a crise mundial ainda vai causar muito mais estragos do que se pensava até agora, para quem já acreditava numa acomodação da recessão mundial.

A própria eleição de Barack Obama já foi um prenúncio do que será a passagem de 2009, marcando a ascensão ao cargo mais poderoso do mundo de uma pessoa que nem a imaginação mais fértil foi capaz de acreditar ou apostar antecipadamente. Um mulato, meio africano, meio islâmico, com nome árabe no meio (ainda mais Hussein), chegando à Presidência dos Estados Unidos, só poderia tomar posse e governar mesmo a partir de um ano "11".

O "efeito Obama" terá reflexos em todo mundo neste ano de 2009, com a queda de grandes líderes e partidos, substituídos pela revelação de nomes hoje ainda desconhecidos, que subitamente serão elevados ao destaque. O risco trazido por essa vibração mestra, entretanto, é o surgimento de lideranças populistas, radicais, extremistas, revolucionárias, messiânicas, a levantar as massas num processo avassalador, só que, tanto a seu favor, como contra.

Risco de ataque nuclear ou acidente radiativo é altíssimo. O terrorismo internacional marcará 2009 de forma extremamente agressiva e lamentável (há um verdadeiro fetichismo da Al-Qaeda de Bin Laden neste aspecto, com relação ao número 11, veja o link com análises de Felipe Porto sobre os atentados de 11 de Setembro, em http://www.portaldf.com.br/onze/1109/ ). Acidentes envolvendo alta tecnologia, aéreos, terrestres e pragas mundiais, inclusive de informática, terão ano extremamente favorecido, também.

Mesmo com a recessão mundial, durante a qual seria de se esperar excedentes de energia, várias crises energéticas vão aflorar, por pura negligência governamental, podendo resultar inclusive em apagões, pois ao lado da radioatividade, a eletricidade é a "mais 11" de todas energias. O clima também passará por extremos de calor e frio. A natureza parecerá enfurecida e muitas catástrofes serão registradas, sobretudo as mais inesperadas e mesmo ilógicas para determinadas regiões do planeta.

Misticismo e magia estarão no ambiente (todas palavras mágicas tem 11 letras, a exemplo da mais vulgar de todas, "abracadabra"). Casos de percepção extra sensorial e milagres ficarão famosos. A medicina alternativa conquistará enormes avanços e mais de suas teorias milenares serão provadas cientificamente. O ocultismo, esoterismo, espiritismo, seitas em geral estarão em evidência, em oposição às religiões tradicionais. Aliás, Santo Agostinho classificou o 11 como "número do demônio", pois estava associado a todos os contestadores da fé estabelecida.

Mas nem tudo é temerário no número 11. Esta vibração favorece sobremaneira as ciências exatas de uma forma geral, trazendo invenções fantásticas, na tecnologia, na eletrônica, na informática, nas comunicações, na medicina e todas as formas de desenvolvimento que seja inovador, transformador e evolutivo. Por isso podemos esperar para 2009 a descoberta ou realização de métodos e teorias que há pouco tempo poderiam parecer coisa de ficção científica.

Para as pessoas acostumadas com essa energia poderosa do número 11, 2009 tem tudo para ser marcado pela grande transformação em suas vidas, possibilitando reverter qualquer situação em seu favor e conquistar seus mais almejados sonhos. Além dos nascidos sob o Signo de Aquário (pela energia uraniana do "11", regente da própria Era de Aquárius que se aproxima), o ano traz boas expectativas para as pessoas de Leão, Áries, Escorpião, acostumadas a viver situações extremas. Para os demais signos, todos cuidados e paciência serão poucos.

O simbolismo mais positivo das duas polaridades reunidas no número 11, tal qual o Tao com seu Yin e Yang numa mesma figura, ou ainda "A Força" do Tarot mostrando (em pé) a mente racional dominando os instintos, inspira grandes conquistas pela diplomacia, tolerância, compreensão, aceitação. Como tudo no Universo vem para desafiar e desenvolver a capacidade humana, 2009 será, por outro lado, um tempo em que essas qualidades serão testadas e colocadas em prática, só que na mesma proporção das tendências contrárias.

Portanto, 2009 pode ser resumido em poucas palavras: um ano de coisas repentinas, surpreendentes, inimagináveis. Para os mais sábios, intuição será uma palavra-chave neste ano tanto de lucidez como de ilusão acentuadas. Tomar atitudes impensadas, reagindo imediatamente conforme as situações tresloucadas se apresentam, é cair na armadilha desse ano maluco que ficará marcado na História. Mesmo assim, qualquer coisa poderá ser revertida, transformada, transmutada, num ano como esse. Sintetizando mais ainda: TUDO SERÁ POSSÍVEL EM 2009. Quem viver, verá.

Felipe Porto (11)

exoterikcenter@gmail.com

www.estrelaonze.com.br

 

     

ESTRELA ONZE - EXOTERIK CENTER - FELIPE PORTO (11) - CRS 502, BLOCO B, LOJA 39-A1

ASA SUL - BRASÍLIA / DF - CEP 70330-520 - FONES (61) 3322-8060, 3383-5502 e 99221-0058

E-mail: exoterikcenter@gmail.com